MANUTENÇÃO DE DRONES E SEUS BENEFÍCIOS

Manutenção drone

O mundo dos ares era algo impensável a alguns anos atrás, sendo possível fazer um voo somente com esportes radicais ou passagens aéreas. Quem nunca sonhou em poder voar como o Superman ou flutuar por aí sem rumo, não é mesmo?

Mas esta era chegou, e chegou com tudo! 

Os drones dominaram o mercado de brinquedos recreativos antes, mas logo em seguida começou a entrar no ramo profissional também. Como drones de pulverização, de monitoramento de incêndios e até mesmo como um “RTK” nos ares. No quesito diversão, não tem o que discutir. É o melhor presente para o dia das crianças  e também para aquele adulto que nunca cresceu. 

Mas no ramo profissional, esses mini helicópteros tomaram proporções gigantescas. Principalmente no ramo da fotografia e geomensura. 

Porém, junto com todos os benefícios que eles trouxeram, os malefícios também vieram. O mais pontual dos problemas era se o seu drone, por um acidente, acabasse colidindo com alguma árvore ou prédio, gerando uma conta expressiva de manutenção de drone. 

Chega a arrepiar de medo só de pensar né? Afinal, é um equipamento que custa de 2 mil reais até 300 mil dependendo dos modelo escolhido. 

Mas relaxe, que vamos te ajudar a entender tudo sobre manutenção de drones e seus benefícios: 

CUIDADOS ANTES DE LEVANTAR VOO

Hoje, ter conhecimento técnico específico para operação de voo não é o suficiente para ser um excelente piloto de drone. Acredite, tem pessoas que acham que é somente ligar e sair voando por aí.

O profissional que pilotará o drone deve ter ciência de boas práticas de utilização, mapas de vôoo, licenciamentos e até mesmo alguns procedimentos referentes à manutenção de drones.

Uma revisão adequada e manutenções preventivas é capaz de evitar avarias, imprevistos e prejuízos, te poupando inúmeros R$ na sua conta além de garantir o bom funcionamento do aparelho.

manutenção de drones

Antes de ligar o equipamento, certifique-se de que protetor do Gimbal, acessório que estabiliza a câmera do drone, foi retirado. Verifique se as baterias estão com carga e se a conexão com seu dispositivo móvel e a atualização dos softwares junto ao fabricante está correta.

A hélice é um dos itens mais importantes da manutenção de drones. Caso ela esteja deslocada, o drone pode cair e sofrer grandes danos. Por isso, antes de decolar, é fundamental certificar-se de que a peça está bem apertada e inserida no aparelho.

Uma boa dica é carregar hélices extras em todos os voos para evitar imprevistos.

Antes de sair voando por aí, é necessário aguardar a memorização do ponto de decolagem para caso aconteça algum imprevisto de perda de conexão, seu drone ter  um ponto para onde retornar.

Todas as peças de funcionamento devem ser analisadas antes do voo para garantir a segurança do piloto, do equipamento e também de terceiros. Não queremos que nosso drone caia na cabeça de ninguém, não é mesmo?

MANTENHA SEU DRONE SEMPRE CALIBRADO

Assim como a memorização do ponto de decolagem, o seu drone também possue outras ferramentas que precisam dar uma “respirada” antes de você sair voando.

A IMU (Inercial Measurement Unit – ou unidade de medida de inércia) é um componente interno dos drones de fundamental importância para executar manobras de voo com exatidão. É uma junção entre acelerômetro e um giroscópio que detectam quaisquer movimentos, sendo horizontais ou verticias, e fornecem a leitura para que a aeronave se mantenha no seu trajeto.

Este elemento também pode ser encontrado em celulares, aeronaves tripuladas de diversos portes e até mesmo relógios de pulso.

Temos dois momentos em que a CALIBRAÇÃO DA IMU é necessária e perceptível. Um deles é quando a aeronave começa a apresentar inconstância de movimentos ou a se mover involuntariamente e oscilar em altura, chegando a ser quase impossível a execução de movimentos mais refinados.

No segundo a própria aeronave irá solicitar o procedimento através de notificaçōes no painel do rádio controle com a mensagem “CALIBRAR A IMU”.

Caso algum desses dois sintomas se apresente na sua aeronave, basta entrar no seu app da DJI e procurar a função de calibração IMU. 

IMU drone DJI

O mesmo acontece com a bússola do seu drone, então caso você precise calibrá-la:

  • primeiro, segurará o drone na sua posição de voo e girará em torno do plano vertical.
  • segundo, apontará a camera para o chão e girará a camera enquanto mantém a camera fixa no mesmo local.

Após ter passado por estes dois procedimentos, o seu equipamento estará calibrado e pronto para ser utilizado. Se verificar que a calibração precisa ser repetida ou que ainda não funciona depois de tentar várias vezes, provávelmente seu drone está com algum problema mais sério. 

E caso isso venha a acontecer, você sabe o que fazer, pegar seu equipamento e vir direto para a Geosurvey. 

Ou, caso seja de outra cidade, só entrar em contato pelo link abaixo: